0
Imóveis favoritos
imóveis adicionados
Ver todos Sem Favoritos
0
Consultados
imóveis visualizados recentemente
Ver todos Sem Consultados
  • About Us
    25 mar 2019

    2019 vai ser ainda mais atrativo para investidores

    About Us
2019 vai ser ainda mais atrativo para investidores
Com destaque para o mercado imobiliário
Em 2019, a economia nacional a par dos sectores de logística, retalho, investimento, escritórios e turismo vão a tornar o mercado imobiliário português ainda mais atractivo ao investimento estrangeiro.

Para este estudo a WORX confirma a tendência da subida das rendas nos Escritórios devido à elevada procura e à escassez da oferta. Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, sublinha o dinamismo do sector do Turismo em Portugal, que está a atrair o investimento estrangeiro. Jorge Salvador Gonçalves, sócio da Garrigues debruça-se sobre a importância das Sociedades de Investimento e Gestão Imobiliária (SIGI) para a captação de investimento para o sector imobiliário.

Retalho e escritório responsáveis por 68% do investimento em imobiliário comercial do melhor ano de sempre

O sector do retalho esteve em alta em 2018, assumindo um lugar dianteiro, ao ter angariado 1.4 mil milhões de euros do total de investimento, face aos 742 milhões do ano de 2017, em grande parte devido aos elevados montantes conseguidos com as transacções dos centros comerciais e retail parks.

Tendo em conta que dificilmente se conseguirão criar novos portefólios com a mesma dimensão e considerando também o valor de 2018, em que o sector hoteleiro foi o que obteve a maior fatia do total do investimento, a WORX acredita que a compra/venda de edifícios de escritórios represente a maior proporção do investimento comercial em 2019.

Turismo de luxo em Portugal vai consolidar-se em 2019

Relativamente ao sector do turismo, o estudo de mercado conclui que Portugal continuará a afirmar-se no mercado turístico. A classe média vai continuar a ter um grande impacto no sector, sendo o mercado de luxo, uma forte aposta na diferenciação de produtos e atracção de mercados com maior poder de compra. A abertura de 22 unidades hoteleiras nas categorias de 3*, 4* e 5* comprovaram a vitalidade e o dinamismo do sector em 2018.

Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal, afirma que "nunca o turismo foi tão dinâmico e teve tanto impacto na economia nacional como hoje. Representa 13,7% do PIB nacional, é o maior exportador de serviços do país (50,1%) e estamos a crescer em todo o território. Para 2019, o objetivo é continuar a crescer em valor e criar as condições necessárias para que os turistas queiram permanecer mais tempo, conheçam mais o território e tenham experiências que os façam regressar, não só para visitar como para viver, investir e criar empresas".
Partilhar nas redes sociais